terça-feira, 24 de abril de 2018

Motivos porque Jesus voltará antes da grande tribulação.


Jesus prometeu que viria arrebatar a sua igreja e a bíblia diz que haverá um período chamado "a grande tribulação". Uma questão é se Jesus arrebatará a igreja antes ou depois da grande tribulação. Um grupo defende a ideia de que Jesus voltará depois da grande tribulação, são os chamados "pós tribulacionistas" que não acreditam que haverá um arrebatamento secreto e o salvo passará pela grande tribulação.

 O outro grupo são os que defender a posição de que Jesus irá arrebatar a igreja antes da grande tribulação e o justo não passará pela grande tribulação,e após os sete anos da grande tribulação Jesus voltará como juiz,julgará o mundo e estabelecerá seu reino de mil anos aqui na terra. São os chamados "pré tribulacionistas.

 A maioria acreditam que será assim, inclusive eu pois é a única interpretação com fundamento bíblico. Vou apresentar algumas razões porque Jesus arrebatará a igreja antes da grande tribulação e os salvos não passarão pela grande tribulação, e vou refutar alguns argumentos contrários.

Os salvos não passarão pela grande tribulação por alguns motivos: A tribulação será um período de juízo de Deus sobre os homens ímpios (Apocalipse 3.10) Como guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei da hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na terra. (1 Tessalonicensses 1.10)E esperar dos céus o seu Filho, a quem ressuscitou dentre os mortos, a saber, Jesus, que nos livra da ira futura. Em (Gênesis 18.23-33) Deus disse que se houvesse um salvo em Sodoma não destruiria a cidade por causa dele, mas livrou Ló, o justo.

Em (2 Pedro 2.4-9)Porque, se Deus não perdoou aos anjos que pecaram, mas, havendo-os lançado no inferno, os entregou às cadeias da escuridão, ficando reservados para o juízo;
E não perdoou ao mundo antigo, mas guardou a Noé, a oitava pessoa, o pregoeiro da justiça, ao trazer o dilúvio sobre o mundo dos ímpios;
E condenou à destruição as cidades de Sodoma e Gomorra, reduzindo-as a cinza, e pondo-as para exemplo aos que vivessem impiamente;
E livrou o justo Ló, enfadado da vida dissoluta dos homens abomináveis
(Porque este justo, habitando entre eles, afligia todos os dias a sua alma justa, por isso via e ouvia sobre as suas obras injustas);
Assim, sabe o Senhor livrar da tentação os piedosos, e reservar os injustos para o dia do juízo, para serem castigados;


Veja que no verso 9 diz que Deus livra os justos e reserva os ímpios para serem castigados. O justo não paga pelos ímpios. Os teólogos que defendem que Jesus voltará depois da tribulação dizem que sempre os justos passaram por sofrimento,mas eles não analisam todas as passagens dentro do contexto. A grande tribulação será um período de juízo e não se refere as tribulações da vida que todos passam.

Na bíblia sempre que se tratou de juízo Deus livrou os seus. Se Jesus voltasse após a tribulação,todos saberiam o dia de sua volta que seria sete anos após o início da grande tribulação, assim que aparecesse o anticristo faltaria sete anos para a volta de Cristo, não tem lógica nenhuma pois a bíblia diz que o dia e hora ninguém sabe (Mateus 24.36).

 O salvo espera Cristo e não o anticristo. A volta de Cristo traz alegria  e não medo. Se o anticristo viesse primeiro que Cristo sua volta traria medo e não alegria pois todos saberiam que iriam perder suas cabeças para serem salvos.

Você que acredita que Jesus voltará depois da tribulação fique ciente que quanto mais perto está a volta de Cristo mais perto está de você perder a cabeça. Não tem cabimento nenhum,a esperança do salvo é ser arrebatado junto com Cristo nos ares e não sofrer a ira de Deus junto com os ímpios.

Autor:Edinilson Aparecido

Pesquisar este blog