quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Pastor,chamado ou profissão?

 
Eu estava olhando esses dias em sites na internet os salários de certos pastores, na igreja do Silas Malafaia pode pode chegar a r$ 20.000 mas os benefícios, segundo o site ele disse que não trabalha com Zé bobão, segundo outro site, Malafaia disse que não faltam candidatos mas falta pessoas qualificadas, o que será que vem a ser essa qualificação? será se os candidatos a pastores estão pensando em salvar almas ou ganhar dinheiro?

 Antes de continuar o estudo, já aviso antecipadamente que a qualificação principal para ser um pastor em grande parte das igrejas é persuadir as pessoas,tem que ter persuasão, mexer com o emocional para induzir alguém a aceitar uma ideia, uma doutrina, levar pessoas no papo.

(1 Coríntios 2.4) Paulo disse que sua pregação consistia em poder do Espírito Santo.A pregação e a doutrina dos Apóstolos incluir a ação do Espírito Santo para convencer as pessoas do pecado (João 16.8) poder para mudar vidas pela ação do Espírito Santo, mudar de vida aqui não é ficar rico como muitos ensinam por aí, mas é ser transformado e regenerado, livre do Pecado, coisas que em nossos dias quase não acontece nas igrejas.

 Também era acompanhado de sinais e maravilhas.Hoje alguns só pregam cura e riquezas, e outros teologia sem efeito salvífico sem operação de sinais visíveis.Já em certa igrejas eles treinam seus membros para serem seus futuros pastores, se você pesquisar na TV e na internet você vai chegar à conclusão que o que se vê  é persuasão humana se for comparado com a Bíblia, pois a maioria só pregam Milagres, mudanças de vida para eles é cura e riqueza.

 A Bíblia diz para crescer na graça e no conhecimento, existem pregadores e pastores de certas igrejas que conheço, principalmente Pentecostais, que crescem na graça mas são fracos teologicamente. Eu frequentei a anos atrás uma certa Igreja Pentecostal que houvi um monte de abobrinhas e erros teológicos graves, e muitas vezes até por pastores e pregadores experientes.Eles se consagram em jejum e oração, crescem na graça mas falta conhecimento, e já outros conhecem a Bíblia capa a capa mas se orar para um doente ou o endemoniado não acontece nada.

Um pastor deve ter sim qualificações para ser um líder (1 Timóteo 3.2/Tito 1.5) deve ser capacitado teologicamente e espiritualmente.Note que Jesus escolheu um monte de Zé bobão para ser discípulos pois a intenção era a pregar o evangelho do reino e não persuadir as pessoas para arrecadarem em dinheiro.

 Veja em (Mateus 10) quando Jesus escolheu os discípulos,ele os instruiu e deu a eles poder para expulsar demônios e curar doentes, alguns eram pescadores de pouco estudo.Quando Pedro e João foram interrogados na prisão (Atos 4) no verso 8 Pedro fez um discurso e estava cheio do Espírito Santo, sua mensagem causou espanto devido a sua sabedoria pois não tinha nenhuma formação,veja no verso 13.

 Alguns deles eram pessoas complicadas e difíceis de lidar como o próprio Pedro.Eles foram sendo lapidados por Jesus ao longo do tempo, os crentes da Nova Aliança em Atos 2 em diante eram capacitados pelo Espírito Santo para pregar a palavra,suas mensagens eram acompanhados de poder e não eram treinados em escolinha para pastores sem poder nenhum como acontece hoje, apenas blá blá blá, cristianismo sem vida movido a interesse próprio.

 Estamos vivendo hoje nesse cristianismo pobre espiritualmente, movido a interesse próprio, interesse financeiro, status, fama,desejo de aparecer na mídia, homens disputando vaga para pastor, sonhando em ficar rico pregando um cristianismo superficial e sem vida espiritual e sem transformação.

 Igrejas que mais parecem partidos políticos disputando seguidores, são igrejas adaptadas aos padrões do mundo, igrejas que rebaixaram os padrões de moralidade Cristã para se identificarem e serem aceitos pelo mundo e ocupar espaços na mídia. 

 Deus não vai recompensar ninguém pela obra em si, Mas pela intenção, pelo sacrifício envolvido.Os verdadeiros obreiros são capacitados pelo Espírito Santo e pregam o Evangelho da Salvação, as pessoas se convertem ao evangelho e não a sistemas religiosos. Tenho respondido perguntas com muitas frequência de pessoas que me pergunta se tem como ser crente sem pertencerem a nenhuma igreja por não concordarem com o que se vê por aí.

 Jesus disse quem cuida estar em pé, olhe não caia. Vamos fixar nossa mente no evangelho e deixar de lado toda essa Babilônia religiosa no meio Cristão, que serve apenas para confundir a mente das pessoas e desfocar as pessoas do verdadeiro evangelho.

Autor:Edinilson Aparecido

Pesquisar este blog